Seguidores

Funcionamento do fuzil FN FAL M964

  O FN FAL(Fuzil automático leve) ficou mundialmente conhecido,graças ao seu grande poder de fogo,precisão,confiabilidade,simplicidade.
  O FAL possui um sistema de ação a gases,oque faz a arma necessitar dos gases da queima da pólvora para empurrar o projétil para frente e ao mesmo tempo empurrar o pistão de gases para trás,fazendo com que cicle a arma para um novo tiro.
O projeto do FN FAL foi desenvolvido na década de 50 na Bélgica,e teve inicio a produção em 1953.O FAL possui calibre 7,62x51mm e capacidade para 20 tiros,oque fez as forças especiais Americanas utilizarem ele nos campos do Vietnam.
Ao meu vê o FAL é sempre será um excelente fuzil,porém em campo aberto,em áreas urbanas,ele se torna difícil para a incursão,se torna um fuzil pouco operacional.
O designer do FAL fez muitos fuzis nascerem e se inspirarem nele,como o MD-97LC(Modelo 97 Leve e Curto)que compões o arsenal da Força Nacional de segurança algumas policias brasileiras como o 
RAIO,BpCHOQUE,ROTAM,COE,GAT,BOPE,que ao meu vê é uma excelente arma que a IMBEL(Industria Brasileira de material Bélico)desenvolveu,alem do MD-97LC,nasceu a família de fuzis IA2 que também ao meu vê é uma excelente arma e tem um sistema de funcionamento parecido com o FN FAL,já tive a oportunidade de experimentar,e gostei pois é uma arma com recuo quase zero...E claro,não podemos esquecer do ParaFAL que é a primeira derivação brasileira do FAL que é similar,porém possui uma pequena diferença no ferrolho,já que a coronha é rebatível,então a mola recuperadora fica uma parte dentro do ferrolho,já o FAL a mola recuperadora fica praticamente dentro da coronha.    

Fases do funcionamento:


Alimentação da arma
É a colocação do carregador municiado na arma;


             Carregamento da arma: É a introdução do cartucho na Culatra da arma (Câmara de carga).

             FASES DO DISPARO: A primeira delas é o …

             Acionamento da tecla do gatilho;

            Destrancamento da arma: é a liberação da culatra para a abertura;

            Abertura da culatra: serve para a extração do estojo servido;

            Extração do estojo servido: sua finalidade é liberar espaço para introdução dos demais cartuchos;

            Ejeção do Estojo servido: é feita pelo Ejetor e obtida quando o Conjunto Impulsor do ferrolho está totalmente recuado;

            Final do Recuo- Nesse instante todo o Mecanismo do gatilho já foi rearmado e dá-se, pela distensão da Mola recuperadora o…

            Início da Recuperação: através do avanço do Conjunto impulsor do ferrolho.

            Apresentação do novo cartucho; acontece em razão do transportador do Carregador que força os cartuchos do seu interior para cima, colocando-se estes diante do Ferrolho;

            Fechamento da culatra: ocorre quando o Ferrolho realiza o Carregamento, introduzindo o cartucho no interior da Câmara de carga (culatra);

            Trancamento da arma: é realizada pelos entalhes internos do Impulsor do ferrolho e pelos ressaltos do Ferrolho à eles engrazados para impedir um destrancamento da arma antes do novo calcamento da tecla do gatilho.

Veja o vídeo abaixo para entender melhor!